ICDF- Instituto de Cardiologia do Distrito Federal FUC- Fundação Universitária de Cardiologia
(61) 3403-5400
Marcação de Consultas/Exames
Tel: (61) 3451-1000

O dia Mundial do Doador de Medula Óssea é celebrado sempre no terceiro sábado do mês de setembro, e tem como objetivo conscientizar a importância da doação de medula óssea.

Medula Óssea é um tecido líquido-gelatinoso localizado no interior dos ossos, ela é de suma importância para o desenvolvimento das células sanguíneas (Leucócitos, Hemácias e Plaquetas). No sistema de defesa do nosso organismo os leucócitos são os agentes mais importantes para defesa de infecções. As hemácias tem o papel de transportar o oxigênio dos pulmões para todas as células do nosso organismo, e levando também o gás carbônico das células para os pulmões para realizar a expiração. Enquanto as plaquetas por sua vez compõem o sistema de coagulação do sangue.

Como se tornar um doador de medula óssea?

1º Procure o hemocentro do seu estado, informe seu interesse em se tornar um doador de medula óssea. Lembre-se de apresentar seu documento de identidade.

2º O voluntário à doação deverá assinar uma ficha de informações pessoais e um termo de consentimento de consentimento livre e esclarecimento (TCLE).

3º Será retirado uma pequena quantidade de sangue (10 ml). O sangue retirado será analisado (exame de histocompatibilidade – HLA) o exame identifica as características genéticas, para a identificação da compatibilidade do paciente que necessita do transplante.

4º Os dados pessoas e o tipo do Exame HLA, serão inclusos no REDOME (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea).

5º Quando for identificado um paciente com possível compatibilidade, o REDOME entrar em contato, para uma possível doação.

6º Para seguir com a doação, será realizado outros exames, que confirmarão a compatibilidade, além de uma avaliação clínica de saúde do doador.

7º Após todas as etapas concluídas o doador poderá ser considerado apto à doação.

Quem pode ser tornar um doador de Medula Óssea?

  • Ter entre 18 e 55 anos de idade.
  • Estar em bom estado de saúde (modo geral).
  • Não ter doenças infecciosa ou incapacitante.
  • Não apresentar doenças como (Câncer, hematológica (do sangue ou do sistema imunológico).

A doação de medula óssea possibilita a realização de transplante de medula óssea, o TMO pode beneficiar o tratamento de até 80 doenças em diferentes estágios e faixas estárias.

“O doador ideal (irmão compatível) só está disponível em cerca de 25% das famílias brasileiras – para 75% dos pacientes é necessário identificar um doador alternativo a partir dos registros de doadores voluntários, bancos públicos de sangue de cordão umbilical ou familiares parcialmente compatíveis (haploidênticos)”. Redome - Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea.

Desde a sua inauguração em 2014 o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal - ICDF, já foram realizados aproximadamente 370 transplantes de medula óssea, representando um marco na história de transplantes de medula do DF. Segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos – ABTO, desde 2016 o Distrito Federal é 1º lugar por milhão/habitantes, no índice de transplantes de medula óssea do País.

O Instituto de Cardiologia do Distrito Federal - ICDF é referencia em alta complexidade cardiovascular e transplantes na região Centro-Oeste. Realiza um atendimento especializado e humanizado e está autorizado a realizar procedimentos particulares, convênio e Sistema Único de Saúde – SUS.

Atenção! Lembre-se de manter seus dados atualizados, sua doação salva vida!

Fonte de Informações: http://redome.inca.gov.br/

 

Por Jéssica Mendes

 

Mais informações para a imprensa

imprensa@icdf.org.br
Assessoria de Comunicação - ICDF
61. 3403-5496/5596