ICDF- Instituto de Cardiologia do Distrito Federal FUC- Fundação Universitária de Cardiologia
(61) 3403-5400
Marcação de Consultas/Exames
Tel: 0800-644-1044

Brasília-DF – 08/03/2018 – O Dia Mundial do Rim de 2018 tem como tema a saúde da mulher. Como a data coincide com o Dia Internacional da Mulher, o assunto escolhido para campanha deste ano foi Doença Renal Crônica (DRC) em pacientes do sexo feminino. A DRC é atualmente um problema mundial de saúde pública. Dados da Sociedade Internacional de Nefrologia mostram que 195 milhões de mulheres em todo o mundo possuem a doença.

A aposentada Andréa Oliveira de Mesquita, 51 anos, conhece de perto esta realidade. Há 20 anos, ela realizou seu primeiro transplante de rim devido à perda da função renal. Nove anos após a cirurgia, seu rim parou de funcionar e ela precisou novamente fazer diálise peritoneal. Em janeiro de 2016, Andréa retornou para o centro cirúrgico, desta vez para o do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF), onde realizou seu segundo transplante de rim. 

Hoje, Andréa é atleta paralímpica de remo e viaja o mundo todo para disputar competições. “Eu fiquei muito mal um período da minha vida, cheguei a andar de cadeira de rodas. Foi realmente uma fase bastante complicada”, lembra. “Mas o meu segundo transplante foi muito bem sucedido. Tive alta depois de 13 dias e minha recuperação foi fantástica”, comemora Andréa.

A nefrologista do ICDF Isabela Novais explica que algumas doenças renais, como a nefropatia do lúpus e a infecção renal, afetam mais frequentemente as mulheres. “A doença renal é considerada um fator de risco para um pior resultado para a mãe e o bebê na gravidez, além de ser causa de redução da fertilidade da mulher. Por sua vez, algumas complicações relacionadas à gravidez aumentam o risco de doença renal. Por isso, a importância do pré-natal onde é realizado a rotina de investigação da função dos rins”, explica Isabela.

A doença renal crônica em fase avançada, além de ser um fator de risco para saúde, é uma das causas de transplante de rim. Pacientes portadores dessa patologia, estando em diálise ou em fase pré-dialítica, são avaliados pela equipe de transplante renal do ICDF como possíveis candidatos ao transplante de órgãos. O hospital promoveu até agora 189 transplantes de rim, sendo que o primeiro foi realizado em 2013. A instituição também faz transplantes de coração, fígado, córnea e medula óssea.

*Com informações do World Kidney Day: www.worldkidneyday.org/2018campaign/2018-wkd-theme/

 

Soraya Lustosa
Jornalista (DRT 10213-DF)
Assessoria de Comunicação- ICDF
61. 3403-5496/5596
facebook.com/icdf.fuc
www.icdf.org.br