ICDF- Instituto de Cardiologia do Distrito Federal FUC- Fundação Universitária de Cardiologia
(61) 3403-5400
Marcação de Consultas/Exames
Tel: 0800-644-1044

Instituto de Cardiologia do Distrito Federal foi selecionado para participar do projeto “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil” promovido pelo do Ministério da Saúde, que por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), desenvolverá um plano para orientação para os profissionais de saúde de práticas e cuidado na segurança do paciente nos hospitais que atendem o Sistema Único de Saúde.

O projeto terá duração de três anos, e os 120 hospitais selecionados pelo Ministério serão divididos em grupos coordenados pelos seis Hospitais de Excelência envolvidos com o IHI (Institute for Healthcare Improvement): Hospital Alemão Osvaldo Cruz (SP); Hospital Beneficência Portuguesa (SP); Hospital do Coração (SP); Hospital Israelita Albert Einstein (SP); Hospital Sírio Libanês (SP) e o Hospital Moinhos de Vento (RS).

O ICDF terá como suporte técnico Hospital Moinhos de Vento (RS), e participará de treinamentos presenciais, além de suporte via chat, webconferência e tutoria. O Instituto de Cardiologia do DF assumiu o compromisso de em 18 meses reduzir em 30% as infecções relacionadas à assistência à saúde: infecções do trato urinário; infecções por pneumonia associadas à ventilação mecânica; e infecções de corrente sanguínea, assim, ao final de 3 anos a redução de incidência (novos casos) será de cerca de  50%. 

Participam do projeto a superintendente do ICDF, Dra. Nubia W. Vieira, a supervisora do setor de Qualidade, Enf. Dra. Liliana Castro, médica supervisora da infectologia, Dra. Cida Lustosa, enfermeira do Núcleo de Segurança do Paciente, Gabriela Negreiros, enfermeiras do SCIH Luciana Alves e Jaciara Neto e os profissionais médicos, fisioterapeutas e equipe de enfermagem das UTIs (Cirúrgica -REC e Coronariana- UCO). “Mesmo tento um grupo que leva frente o projeto, ele precisa da adesão de todos os colaboradores desde o inicio, na admissão do paciente pela equipe de recepção. E esse é nosso desafio, que todos conheçam o projeto e atuem de modo a alcançar as metas definidas” afirmou Dra. Núbia Vieira.

Já na primeira avaliação, a equipe do Hospital Moinhos de Vento se surpreendeu com o trabalho desenvolvido no ICDF e com as taxas de infecções apresentadas, pois o Instituto já atua com taxas consideradas baixas, em comparação com outros hospitais. Isso torna a meta determinada ainda mais audaciosa. Contudo, como pontuado pela enfermeira Dra. Liliana, “é preciso trabalhar para que todo o hospital mantenha as taxas dentro dos parâmetros preconizados“. “É nisso que trabalharemos, implantando e desenvolvendo processos contínuos de melhorias relacionadas às taxas de infecções, através da capacitação das equipes, para assim, ofertar um serviço de qualidade à população”, disse a supervisora da qualidade.

Mais informações para a imprensa
Anna Virgínia Souza -DRT/DF 8989
Assessoria de Comunicação - ICDF
61. 3403-5496/5596