ICDF- Instituto de Cardiologia do Distrito Federal FUC- Fundação Universitária de Cardiologia
(61) 3403-5400
Marcação de Consultas/Exames
Tel: (61) 3451-1000

Cerca de 100 pessoas participaram, na última sexta (07/12), do terceiro Seminário de Qualidade e Segurança do Paciente do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal – ICDF. O evento aconteceu no auditório do Hospital das Forças Armadas-HFA e teve como tema “Cuidados centrados no paciente”. Participaram médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais da saúde, foi coordenado pelo Núcleo de Segurança do Paciente do ICDF.

Durante o seminário foi discutido sobre a presença das famílias no ambiente da UTI, os benefícios e males que isso causa ao paciente. O ICDF está num processo de transição e começa a trabalhar a humanização nas unidades de UTI do hospital, uma primeira ação foi à mudança no horário de visitas para atender melhor as necessidades das famílias.

O cuidado centrado no paciente tem que ser colocado como elemento fundamental para a definição da qualidade do cuidado “Para começar a humanização das UTIS, o profissional de saúde tem que trabalhar junto com a família aprender a olhar o paciente como pessoa e somente depois ver a sua biografia o qual enfermidade acomete o paciente”, completou a Enfermeira Ma. Daiana Barbosa do Hospital Moinho de Vento.

Um dos paineis que mais chamara a atenção do público e gerou comoção foi “Falhas no processo assistencial – Percepção dos familiares”, durante todo o relato do caso “Julia Lima” feito pelos pais, apresentou como uma UTI pode falhar no atendimento ao paciente, e negligenciar uma doença, apontando como é importante à presença da família dentro do ambiente da UTI. “Acompanhei minha filha todos os momentos da UTI, estávamos em um dos melhores hospitais do país, por muitas vezes chamamos a atenção da equipe que algo estava errado e nada foi feito, achávamos estranho e relatávamos e nada era feito, poderiam ter salvo minha filha”, completou Francisco Cruz Lima pai de Julia Lima.

O publico presente foi bem receptivo com todas as palestras fazendo interações e enviando as perguntas para o número disponibilizado do whatsapp. “Todos gostaram bastante das palestras, tivemos muitas perguntas enviadas, foi um ótimo evento. Acredito que todos que participaram aprenderam um pouco, agora e colocar em prática o que foi discutido ali, para melhorar ainda mais o atendimento aos nossos pacientes”, falou Liliane coordenadora do NSP no ICDF, e responsável pela organização do evento.

 

Por Rafaela Mendes - DRT/DF 014748
Revisão Anna Virgínia Souza - DRT/DF 8989

 

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação - ICDF
61. 3403-5496/559