ICDF- Instituto de Cardiologia do Distrito Federal FUC- Fundação Universitária de Cardiologia
(61) 3403-5400
Marcação de Consultas/Exames
Tel: (61) 3451-1000

Conheça a história do Gestor Comercial e Influência Digital, Kelson Miranda de 26 anos.

Kelson Miranda (26) recebeu o diagnóstico de Leucemia Mieloide Crônica aos 14 anos de idade, após realizar exames de rotina para fazer aulas de natação. “Minha idade fez com que eu não entendesse a gravidade da doença, tampouco o processo que eu enfrentaria dali pra frente.” Lembra Kelson. Ao longo dos anos Kelson começou a entender o que esta acontecendo, mas sempre teve a certeza que tudo seria resolvido e que essa fase em sua vida seria vencida.

Ao longo de 11 anos Kelson tomou vários medicamentos que controlavam a doença, fazendo com que o transplante de medula óssea não fosse necessário, mantendo-o com uma vida ativa, praticando esportes, dança, frequentando academia e até trabalho, (rotinas do dia-a-dia).

Após esse período veio a noticia que os medicamentos já não estavam dando o resultado esperado e o transplante de medula óssea seria necessário. “Junto com a notícia vieram os sintomas, cansaço, dores e reações no corpo que nunca tinham acontecido.” Kelson.

Em meio às notícias veio também o sentimento de gratidão, gratidão por saber que não seria necessário ficar em uma fila de espera. Isso por que, Kelson tem uma irmã 100% compatível. A gestação que deu vida a irmã de Kelson, que hoje tem 13 anos, foi planejada a mãe de Kelson sabia que ela poderia ser a doadora para ele. “Tivemos certeza assim que ela nasceu através de exames feitos com o cordão umbilical. A sensação foi incrível, ter certeza de que minha cura estava ali na minha frente, uma garota tão pequena que representava algo tão grande. Minha irmã representou uma esperança.” Kelson

O Transplante de Medula Óssea de Kelson aconteceu no dia 09 de Agosto de 2019, na Unidade de Transplante de Medula Óssea (TMO) Pietro Albuquerque do ICDF- Instituto de Cardiologia do Distrito Federal.

“Sou privilegiado, pois minha doadora foi minha irmã 100% compatível. Não sofri com espera em filas, como muitos brasileiros.”

A tão esperada “PEGA MÉDULA” no dia 23 do mesmo mês. Kelson conta com emoção como foi à sensação de receber essa notícia: “A pega da medula significa muita coisa, dentre elas: A sensação de que tudo acabou é a que prevalece. Acompanhei pessoas em estado extremamente critico e quando eu ouvi a notícia eu não conseguia acreditar, era tudo que eu queria ouvir, até porque eu contava dia após dia na esperança de que a medula pegasse. Mas não é só isso, a medula pega ainda pode vir doente, então foram duas ótimas noticias: A medula pegou e a mesma estava saudável”.

Ao longo desse tempo Kelson se tornou uma Influencia Digital com 55,4mil seguidores, e conta como as redes sociais foram importantes para mostrar a outras pessoas o seu caso. Essa for à forma que ele encontrou para ter interação e até levar inspiração para as pessoas. As redes sociais lhe trouxeram força para continuar, também pode receber muitos depoimentos de pessoas que passaram pelo mesmo caso que ele passou.

Vida pós-transplante, vem cheia de objetivos “Dar continuidade no meu trabalho que deixei parado por enquanto é claro, mas os trabalhos voluntários serão meus primeiros projetos: Ações, doações, entre outras coisas boas que só serão revelados posteriormente, hoje descobri o meu proposito de vida.”

Kelson Miranda deixa uma mensagem aos pacientes que esperam um transplante de medula óssea: “Tenha Fé e mente positiva, Deus só deixa a gente passar por situações difíceis por que sabe que somos capazes de superar e vencer, essas situações são para que possamos crescer e amadurecer amar mais a vida!  Entre nessa jornada com a esperança que você já venceu e está curado, uma nova vida.”

 

Por Jéssica Mendes

Mais informações para a imprensa

imprensa@icdf.org.br
Assessoria de Comunicação - ICDF
61. 3403-5496/5596